segunda-feira, 9 de maio de 2011

varal



um dia meu corpo

não sabia do seu;

outro dia, só pensava nele

e parava o que estivesse fazendo

para trazê-lo uma vez mais

para perto de si.


hoje anda misturado

com isto que chamo de você.



e, se no seu peito, estou por dentro

[e não por fora] e sou seu cobertor

a lhe aquecer...

nesta canção, te amo

e, sim, me visto

de você, até quando me dispo de prazer.




*poema "a 4 mãos".


10 comentários:

Bruno de Andrade disse...

Que o AMOR inunde sua vida de alegria!
beijos!

sopro, vento, ventania disse...

Rafa,
fico muito feliz por ver esses sorrisos lindos aí estampados.
um beijo e muita alegria pro seu coração, que merece tudo de bom
Cynthia

Rafaela G. Figueiredo disse...

queriiido,
quanto tempo!
que o amor se nos inunde sempre-e-sempre! =)

beijo

.

florinha,
bom vc por aí/aqui! =)
obrigada, sua linda!

beijobeijo

sopro, vento, ventania disse...

havia escrito um comentário, não o vejo, segue outro, então.
O de que eu estou MUITO feliz com esses olhos felizes que vejo por aqui.
beijos, querida Rafa,
Cynthia

ticoético disse...

O amor enche (no bem sentido),enche de alegria,e de tristeza também, porque o amor dói,mas o amor também ocupa,e nos tira tempo,nos impede de olhar,de escrever até,faz tempo que não a vejo por aqui,espero que esteja AMANDO !

abraço,querida !

Rafaela G. Figueiredo disse...

lindezas!
"mas eu to tão feliz/ dizem que o amor atrai..." =)

beijosbeijos!

Talita Prates disse...

poha!

sem mais.

MUITO FELIZ POR VOCÊS!

Tá.

Rafaela Figueiredo disse...

(L)inda!

=*

Thiago disse...

Amor...digo que te amo...dizer é pouco...sinto uma coisa por vc muito mais forte que as palavras...quando acordo meu corpo só quer o seu, minha boca só quer a sua, minha mao só quer agarrar a sua mao...quando almoço quero te ver do ooutro lado da mesa...quando chega a noite olho pra cama e nao te vejo mais quando fecho os olhos te vejo me olhando e me chamando pra perto de vc...quando durmi é só vc que aparece nos meus sonhos...te amo te amo...VC VC VC VC VC VC VC VC...

Rafaela G. Figueiredo disse...

e, a cada dia, de voo em voo [despedidas e reencontros], este amor se constrói em ninhos que se abrigam em mim - nós...

=)

e eu te amo sem saber dizer quanto!

nossobeijo