terça-feira, 22 de junho de 2010

que a razão desconhece!

não me venham com essa!
eu¹ não quero ser aquela da vida de homem algum!; eu não preciso de que homem me chame sempre de linda; eu não espero que ele diga que sou gostosa ou que o deixo louco; eu não urjo² que ele ligue todo dia ou mande dezenas de torpedos lembrando o quanto me deseja; eu não quero que ele insista em pagar a conta do motel, restaurante ou parque de diversões; eu não tô nem aí se ele faz questão de apresentar-me à família ou não; eu não espero um gentleman; não ligo se ele abre a porta do carro ou desce à minha frente numa escada, protegendo-me, caso caia; eu não quero um homem nota dez ou mil!; eu quero um homem em que queira me jogar em cima; com o qual queira ficar dentro do carro (ou ônibus ou quarto); quero um homem das cavernas, pelo qual minha temperatura alcance ebulição em 10 segundos; um homem para mostrar à minha família e a todo mundo; quero um homem por quem sinta necessidade de pagar a conta; eu quero ter a vontade de ligar para ele manhãtardenoiteemadrugada só para ouvir sua voz no ouvido; eu quero sentir o gosto dele mesmo de longe, e sorrir de gozo só de lembrar seu rosto (seja feio, bonito ou maravilhoso); o que eu quero é, pura e simplesmente, um homem por quem queira estar viva! (e, às vezes, esse não é e nem faz nada-nada disso...).


"quem sabe o príncipe virou um chato
que vive dando no meu saco
quem sabe a vida é não sonhar (...)
eu sou poeta e não aprendi a amar..."
[Cazuza; Frejat]

¹o pronome ‘eu’ fora usado como substituto do vocábulo ‘mulher’, para não haver confusões. é sempre bom! ;-)
²eu não sei se esse verbo se conjuga na 1ªp.! lalalá*


16 comentários:

Layla disse...

"Nunca amamos alguém. Amamos, tão-somente, a idéia que fazemos de alguém. É a um conceito nosso - em suma, é nós mesmos- que amamos".

Estava procurando um texto pra te mostrar que tinha a ver com esse post e acabei achando Fernando Pessoa rs
E fez mais sentido :)

Bjos

Layla disse...

*é a nós mesmos...

Amanda Mello disse...

Hoje me atualizei de seu blog... lindo,lindo!
Quanta sensibilidade,amiga... =)

Rafaela Figueiredo disse...

às vezes, acho mesmo que Pessoa estava supercerto! mas seria triste de levar a vida assim, né? tão egocêntrico... =/
então, optei por acreditar que amamos o outro por aquilo que acreditamos que ele seja/tenha - fica mais bonito [?] - e que nós gostaríamos de ser/ter.
=)

beijo, queri

.

amiga,
que feliz pela visita!
venha sempresempre! ^^
mesmo que só para espiar... vou adorar.

bjobjo

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Rafaela,

O amor faz tudo isso dentro de nós e desperta vontades loucas e tremendas.

-----------------------


Chegamos de viagem e venho aqui só pra dizer que esse carinho danado de bom é realmente algo que faz falta.

Beijo imenso, menina linda.


Rebeca

-

Marcelo Novaes disse...

Rafaela,



Tá ótimo.


Eu te deixo pagar as contas todas. Do motel, inclusive.





Beijo.

Rafaela Figueiredo disse...

ai que proposta indecente! >.<
mas, olha, com amigo tb não dá certo...
rs

beijo

.

Rê, querideza,
bom tê-la de volta! vou tentar te visitar.

um beijo

marjoriebier disse...

Ah, florinha..a esse é o amor urgente, que chove na gente diariamente qundo chega!

beijos, beijo

Rafaela Figueiredo disse...

amora,
das chuvas... a que prefiro. ;)

beijobeijo

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Rafaela,

Quer dizer que você é tímida? Que linda! Suas palavras falam tudo por você.

=]

Beijo imenso, menina querida.

Rebeca

-

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Chega final de semana e lá vem minha vontade de compartilhar coisas que acho interessantes. "Locks of love" fica na Coreia do Sul, numa torre em Seul, onde você escreve o seu nome e o nome da pessoa que você ama, coloca na cerca e joga a chave fora. E assim são as criatividades pelo mundo afora:

Veja algumas fotos:

http://www.flickr.com/search/?q=seoul%20tower%20love%20locks&w=all&s=int

Beijo imenso, menina linda.

Rebeca

-

sopro, vento, ventania disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Camilinha! disse...

Conversa de MSN manuscrito aqui. =)

Eu sempre acabo idealizando demais tudo que você não deseja sentir e/ou se preocupar. Faz parte das minhas urgências ter alguém me acordando com mensagem de texto, só pelo prazer de me ver reclamar por estar me tirando do meu sagrado soninho. Rsrs.

Só é difícil encontrar alguém que desperte esse desejo de amor, mas ele esta sempre presente.


Beijos, Flor.

Rafaela Figueiredo disse...

hahah praticamente, né, flô?! ^^

eu também idealizo demais - em tantos outros quesitos... rs

beijo

.

florinha!
e eu amei vc aqui!
e assim tão... assim! :)

beijobeijo e todo amor

Talita Prates disse...

eu vim, enfim.

to zangada de amor.

não quero nada não, por esses dias.

só amor de AMIGO! \o/

amo, florinha,
mesmo na ausência.

perdoa-me?

bjo!

tá.

Rafaela Figueiredo disse...

Li(nda),
não fique zangada, não: não vale a pena (como disse já)! =)

amor de amigo, sim, sim! esse é SEMPRE de verdade...

beijão