segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

nuvens

hoje pintei meus sonhos
em mil desenhos
de nuvens
         só para você ver
e soprei ao céu azul
em direção à tua morada
mas ficaram todas
disformes... estioladas...
         e o dia segue, pois, enevoado
    dentro e fora do peito

: tua janela permanecia fechada

3 comentários:

Anderson Lopes disse...

Acabo de ler um poema seu no blog "Cronisias" e logo vim para saber quem é a dona de tão sutil poesia. Parabéns!

Rafaela Figueiredo disse...

Que gentil!
Obrigada pela visita. Espero, neste ano, estar mais a par desse mundo virtual-poético, pois há mta coisa bacana a garimpar...

Abç

Marcos Satoru Kawanami disse...

A imagem das nuvens é interessante, original.
Gostei.

=)