segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Pedráfrase



A Drummond de Andrade

no meio do caminho
havia uma pedra
uma pedra
no meio do caminho.
deus, havia uma pedra
bem no meio do meu caminho!
a pedra, meu deus,
a pedra
era o eu meu
sozinho,
sozinho...


*de aniversário - antecipado.

10 comentários:

marjoriebier disse...

Ai que eu adoreeeeiiii!!!

Mamily disse...

Baciones

Tê disse...

Eu sempre me perdi nesse poema.
Agora me encontrei no teu. :]
Bjs

Anônimo disse...

Ah adorei o desenho!!

Talita Prates disse...

Adorei a pedráfrase!

Adoro pedra em poema!
Adoro (eu) em poema?! (Xiii, será que narciso acha feio o que não é espelho?)

Muito bom, Rafa!

Bjo grande. :)

Renata de Aragão Lopes disse...

Fofo! : )

Beijo doce de lira!

Rafaela Figueiredo disse...

hahaha
[eu] gosto de [pedra] tb, Tá! aliás, me apelidaram, hj, de Pedrita! rsrs

beso


beijo de algodão, Rê! :)

Shirley Carreira disse...

Gostei muito. Bjs.

Camilinha disse...

Ahh, adorei o Pedrita! rs
Vou chamá - la assim! XD

Beijos, Flor.

Helena disse...

Você é simplesmente o máximo! Show!